Empilhadores: tudo o que precisa saber

Empilhadores são uma parte crucial na logística e por isso, é conveniente não só conhecer a gama de equipamentos existentes no mercado, mas também saber analisar as necessidades da própria operação. Ao longo deste blog analisaremos como os empilhadores podem melhorar a eficiência de toda a cadeia de abastecimento e as diferentes opções de equipamentos que estão à nossa disposição.

Tipos de empilhadores, que tipos existem?

Começaremos por saber que tipo de equipamentos para movimentar cargas existem, quais são as suas características e também qual é a sua utilização mais comum. Com o equipamento certo, economizamos tempo e reduzimos o risco de acidentes de trabalho.

Porta-paletes manual

porta-paletes manual é um equipamento simples, económico e fácil de usar para carregar, descarregar e selecionar encomendas. É ideal para um uso diário, com um custo baixo e pouco impacto ambiental. Existem diversas versões para necessidades específicas e por isso é recomendado para todo o tipo de empresas de retalho em ambientes públicos e para diversos tipos de indústrias, desde a alimentar, à química ou pesada.

Porta-paletes de tesoura

As principais diferenças entre um porta-paletes manual standard e um porta-paletes tipo tesoura são os seus dois eixos cruzados – em tesoura - bem como um cilindro mais alto. Isso permite uma elevação dos garfos tornando-o ideal para realizar trabalhos ergonómicos de levantamento de cargas com segurança, ou para uso como mesa de trabalho.

Porta-paletes elétrico de entrada de gama

Um porta-paletes elétrico de entrada de gama é especialmente indicado para movimentar materiais de forma fácil e com um custo relativamente baixo. Este tipo de porta-paletes junta a flexibilidade e a manobrabilidade de um porta-paletes manual com a ergonomia e a produtividade de um porta-paletes elétrico. Por isso é comum em armazéns ou lojas, c/ espaços apertados, e muito comum dentro de camiões para carga/descarga de materiais.

Porta-paletes elétrico

Um porta-paletes elétrico é necessário para transportar materiais em armazéns ou até mesmo para carregar ou descarregar as mercadorias que chegam em camiões. Este tipo de equipamento elétrico é comum em todo o tipo de empresas com operações de intensidade média a pesada. É muito versátil e por isso existe uma multiplicidade de opcionais para ajustar a especificação às particularidades de cada operação.

Empilhadores elétricos

Os stackers são usados principalmente em armazéns para carregar, descarregar e empilhar cargas paletizadas, sem problemas. Face à grande variedade de versões, capacidades e opcionais, eles são usados desde os pequenos armazéns de retalho a grandes centros logísticos, com espaços de trabalho maiores e onde as mercadorias precisam ser transportadas regularmente por distâncias mais longas

Empilhadores retráteis

Um empilhador retrátil é um tipo de empilhador adequado para transporte horizontal e empilhamento essencialmente interno. São muito úteis para o armazenamento de paletes devido ao seu grande alcance e estabilidade. Frequentemente encontrados em armazéns com corredores estreitos e estantes que exigem alturas de elevação elevadas. Para armazenamento em frio, estes empilhadores possuem baterias e especificação adequada para frio.

Empilhadores contrabalançados

Um empilhador contrabalançado é o tipo de equipamento mais adequado para trabalhos que necessitam manusear cargas pesadas em paletes e que requerem menos precisão. É também conhecido como empilhador frontal e é muito versátil, utilizado com acessórios especiais ou apenas garfos, para carga e descarga de mercadorias, transporte em linhas de produção, empilhamento, preparação de pedidos e transporte horizontal.

Preparação de pedidos

Os preparadores de encomendas são equipamentos pensados para atender a todos os tipos de necessidades de trabalho em diferentes alturas de recolha de encomendas (picking). São fáceis de manusear e têm boa capacidade de carga. Com um selecionador de pedidos, o operador escolhe e posiciona as diferentes mercadorias em contentores, tais como paletes, caixas, barris, etc.

Tratores de reboque

Os tratores são geralmente usados para recolher pedidos, transportar bagagens ou rebocar cargas pesadas em instalações de produção em longas distâncias. Adequados para uso no interior e exterior, os tratores de reboque geralmente oferecem altas velocidades de condução e alta capacidade de tração.

Empilhadores para corredores estreitos (VNA)

Um empilhador trilateral ou de corredor estreito é um tipo de equipamento que se destina a ser usado em espaços muito estreitos e em grandes altitudes, principalmente em armazéns. São compactos, leves e flexíveis e podem ser autoguiados dentro dos corredores. Eles otimizam o espaço do armazém e aceleram a recolha de mercadorias.

Equipamentos automatizados

Os equipamentos automatizados trabalham sem operador. Eles são programados com antecedência para saber por onde devem circular, onde retirar e onde deixar a carga. Este tipo de empilhador pode realizar trabalhos repetitivos entre linhas de produção e armazéns ou sistemas de transporte.

Otimizar a preparação de encomendas

O picking ou processo de recolha de mercadorias e embalagem para expedição, constitui uma das operações que mais tempo e esforço exige na logística de armazém. Por isso, para otimizar a separação no armazém, é essencial ter o equipamento certo.

Como fazer uma recolha mais eficiente

Ter um preparador de pedidos é, sem dúvida, o primeiro passo para realizar um processo eficiente. No entanto, existem soluções que tornam a separação ainda mais eficiente:

  1. Controlo remoto em preparadores de encomendas: Com controlo remoto, a recolha por hora aumenta em até 30%.
  2. Movimento automático: O operador só inicia a marcha ou a elevação, uma vez que o preparador de pedidos conhece a posição atual e o destino.
  3. Picking por voz ou por luz: O sistema automatizado informa ao operador a localização do pedido e ele só precisa se deslocar até o local para retirar as paletes.

Dicas para escolher o empilhador ideal

A escolha correta de um empilhador exige um alto grau de conhecimento e uma preparação cuidadosa para poder escolher o modelo que responde às necessidades particulares de cada tipo de empresa. Depois de determinar quando renovar um empilhador, tomar a decisão certa resulta numa produção mais rápida, desempenho ideal, manuseamento de carga mais eficiente e armazenamento a um custo operacional mais baixo.

O que deve saber antes de escolher um empilhador

  1. Qual o tipo principal de operação que o equipamento vai efetuar?
  2. Que tipo de paletes e mercadorias vai manusear?
  3. Qual é o peso máximo que precisa levantar?
  4. A que altura máxima precisa colocar a palete?
  5. A que altura máxima pretende levantar o peso máximo?
  6. Em que ambiente o empilhador será usado?
  7. Precisa de uso intensivo durante todo o dia ou será para uso ocasional

Saber as respostas a estas perguntas e as necessidades específicas de como o empilhador se deve mover no armazém tornará muito mais fácil escolher o equipamento ideal.

Compre ou alugue um empilhador

Existem diferentes formas de adquirir um empilhador! Aquela que se acredita ser a mais comum é a compra da máquina, mas nem sempre é a melhor opção. Por exemplo, o aluguer pode ser uma forma económica de organizar a compra e manutenção de uma frota.

Vantagens do aluguer de empilhadores

O aluguer de curto e longo prazo tem várias vantagens para a gestão intralogística de uma empresa:

  1. Converte os custos fixos de propriedade num custo variável: O custo torna-se diretamente dependente do uso das máquinas.
  2. Os custos podem ser estimados com mais precisão: Uma renda de aluguer geralmente inclui os custos de seguro, manutenção, inspeções, e pode mesmo incluir pneus e reparações, entre outros.
  3. Aumenta a flexibilidade na gestão: permite experimentar diferentes opções até obter o equipamento que melhor se adapta às necessidades.
  4. Flexibilidade nas operações logísticas: permite ajustar a frota e balancear picos de trabalho inesperados através de uma solução flexível entre aluguer de longo prazo e de curto prazo, para obter maior eficiência operacional.
  5. Possibilidade de monitorização e relatórios: Os relatórios fornecem uma visão geral da frota e das operações de cada equipamento.
  6. Permite ter frotas mais atualizadas: É mais fácil adaptar-se às necessidades cada vez mais exigentes do mundo da logística.

A decisão final de comprar ou alugar um empilhador dependerá do uso pretendido da máquina. No caso de uso contínuo, a opção de compra costuma ser mais aconselhável.

Se tiver alguma dúvida, no nosso blog desenvolvemos ainda mais os benefícios da aquisição de empilhadores em aluguer.

Empilhadores usados

Ao comprar um empilhador usado, além de seguir os conselhos para escolher o empilhador ideal e ter as respostas às perguntas que já discutimos, também deve levar em consideração as seguintes questões:

  • Conheça o ano de fabricação e horas de trabalho: Para calcular a vida útil restante e saber a disponibilidade de peças de reposição.
  • Conheça as horas de trabalho acumuladas: Para determinar se o preço da máquina está adequado.
  • Verifique se é garantido: Certifique-se de que o empilhador usado ou recondicionado é apoiado por uma equipe de profissionais. Verifique igualmente se tem garantia e qual a cobertura.
  • Conheça a eficácia e rapidez do serviço pós-venda: Para que o seu usado se mantenha em bom estado.

Nesse sentido, a melhor opção é adquirir um Usado Aprovado Toyota, onde determinados elementos garantem a sua confiança.

Conclusão: escolha o melhor empilhador e obtenha Zero Muda

Muda é um conceito que nasceu do Sistema de Produção Toyota ou metodologia TPS e que se refere a qualquer "desperdício" ou "obstáculo" que não proporcione "valor acrescentado" e que não esteja alinhado com o que o cliente está disposto a pagar.

Existem vários tipos de Muda , mas Muda de transportes está diretamente relacionado com uma boa escolha e funcionamento da frota de equipamentos. Devemos por isso analisar quais são os fluxos, as quantidades a serem movimentadas e a frequência dessas movimentações, para podermos escolher a frota que melhor se adequa às nossas operações. Assim poderemos eliminar desperdícios e obstáculos e estaremos mais perto de atingir o objetivo Zero Muda.

 
Toyota Caetano Portugal - Empilhadores
Gestão Produto
 
Se está interessado em acompanhar o setor siga-nos nas redes sociais /Subscreva a nossa newsletter:
 

Subscrever Newsletter
Limpar tudo